coisas de mulher sempre são sussurradas

esfarelo verbo para rebocar paredes
foi assim que aprendi a ser muda.

sou mulher de prantos.choro por tudo e nada. e o nada tem sido bem mais que tudo. choro manso para despistar os demônios.choro baixo pra enganar meus fantasmas.ninguém desconfia de nada. e o mundo segue presumidamente - feliz

sem mim.

— 1 year ago with 2 notes
here’s something i really feel like telling you, except i’m here instead, posting this on the internet
the others i’ve always liked,and will always like them for their qualities,but you, i will always like you for your everything…felt the urge to tell you, specially on this night,while i was driving really close to your house, but completely far away from you and from everything that happened between us.

here’s something i really feel like telling you, except i’m here instead, posting this on the internet

the others i’ve always liked,and will always like them for their qualities,but you, i will always like you for your everything…felt the urge to tell you, specially on this night,while i was driving really close to your house, but completely far away from you and from everything that happened between us.

— 1 year ago with 543 notes
ambos respiraram um pouco daquele afeto que ainda existia entre eles,diluído ao longo de centenas de quilômetros de cabos coaxais e alimentado por alguma coisa cujo nome não sabiam e que talvez,se tivessem pensado bem no assunto,não existisse mais

ambos respiraram um pouco daquele afeto que ainda existia entre eles,diluído ao longo de centenas de quilômetros de cabos coaxais e alimentado por alguma coisa cujo nome não sabiam e que talvez,se tivessem pensado bem no assunto,não existisse mais

(via i-mpervius)

— 1 year ago with 17792 notes
[…] aqueles que não pudessem se conter em meio a uma profusão de cheiros numa tarde quente

[…] aqueles que não pudessem se conter em meio a uma profusão de cheiros numa tarde quente

(Source: vivantss, via ellalacandela-deactivated201302)

— 1 year ago with 4760 notes
no incerto,deita e rola
frio na barriga
pernas bambas
mãos incontroláveis …

no incerto,deita e rola

frio na barriga

pernas bambas

mãos incontroláveis …

(Source: autumnwindphotography, via ellalacandela-deactivated201302)

— 1 year ago with 9201 notes
tentar segurar o que nada captura
com luvas de vapor,domesticar
o que nem mesmo pode ser descrito
como fera.enfim,evaporar-se 
- é o que temos feito de melhor

tentar segurar o que nada captura

com luvas de vapor,domesticar

o que nem mesmo pode ser descrito

como fera.enfim,evaporar-se 

- é o que temos feito de melhor

(Source: ventriloquistic, via i-mpervius)

— 1 year ago with 571 notes
o preço de uma pessoa vê-se na maneira como gosta de usar as palavras. 

o preço de uma pessoa vê-se na maneira como gosta de usar as palavras. 

(Source: v-ainglory, via i-mpervius)

— 1 year ago with 2179 notes
poema de jornal

apanhe o jornal e
folheie imediatamente 
a necrologia
se seu nome não aparecer
volte para a cama

poema de jornal

apanhe o jornal e

folheie imediatamente 

a necrologia

se seu nome não aparecer

volte para a cama

(Source: h-e-r-o-i-n, via i-mpervius)

— 1 year ago with 7020 notes